Borrachas, elásticos e bandas no aparelho: entenda para que servem

Usar um aparelho ortodôntico fixo é tão comum que mal lembramos que ele é, na verdade, uma estrutura complexa composta por diversas pequenas partes, cada uma com sua função para que o objetivo seja alcançado: a correção do sorriso, com todos os benefícios que podem advir dela, como a correção da mordida.

Neste post vamos apresentar as diferentes partes que compõem um aparelho, explicando por que elas estão ali. Quer saber a importância das borrachas, elásticos e braquetes no aparelho? É só continuar a leitura!

Bandas

As bandas são os anéis metálicos cimentados ao redor dos molares para então soldar nelas os tubos (que, de fato, seguram os fios metálicos ou arcos do aparelho).

Apesar de terem sido indispensáveis em certo momento da evolução dos aparelhos, hoje já existem tubos que são colados diretamente nos dentes.

Tubos

Soldados nas bandas ou, mais recentemente, colados diretamente nos molares, os tubos são peças metálicas nas quais os arcos do aparelho são fixados. Além da preocupação com a saúde dos dentes, são considerados a necessidade de uso de fios acessórios ou de aparelhos extraorais na hora de decidir como os tubos são fixados na boca do paciente.

Braquetes

São as pequenas peças quadradas coladas em cada dente e nas quais os arcos do aparelho também são presos com ajuda das borrachas. As bandas são exclusivamente metálicas, e hoje os braquetes podem ser feitos de policarbonato, porcelana e safira.

A falta de higiene adequada pode causar acúmulo de placa bacteriana ao redor dos braquetes, por isso, é importante utilizar escovas de dente especiais (mais finas ou com a ponta em “V”) para limpar o entorno dos braquetes.

Arcos

São os “fios do aparelho”, responsáveis pela movimentação ortodôntica. Eles são metálicos, em geral feitos de aço, e são presos aos tubos e aos braquetes. Aos poucos, vão fazendo com que os dentes se alinhem.

A colocação dos arcos dificulta o uso do fio dental. Ainda assim, seu uso é indispensável e para fazê-lo há um pequeno instrumento chamado passa fio. Ele se assemelha a uma agulha, em que o fio dental é preso, tornando mais fácil de passar por trás do arco para chegar ao local desejado.

Borrachas

Elas podem ser de dois tipos: individuais ou em corrente. Esse último tipo tem a função secundária de juntar dentes separados.

As ligaduras elásticas são as borrachas que prendem os arcos aos braquetes e que, se for da vontade do paciente, podem ser coloridas, dando um ar mais descontraído ao aparelho. Essas borrachas devem ser trocadas a cada ida ao dentista (em geral, uma vez por mês).

Há também os elásticos intraorais, que são usados ligando a parte de cima da arcada dentária à de baixo, e têm a função de corrigir a mordida. Esses elásticos devem ser trocados diariamente.

Parafusos

Por vezes, a movimentação dentária promovida pelo aparelho necessita de uma ancoragem. Nesses casos, é possível utilizar um pequeno parafuso feito de liga metálica instalado como um implante na gengiva do paciente.

Ainda ficou alguma dúvida sobre elásticos e braquetes no aparelho ortodôntico fixo? Entre em contato conosco para que possamos saná-la!

Deixe um comentário