Implante dentário: como funciona essa solução em estética dentária?

Um sorriso bonito e harmônico é fundamental para a nossa saúde bucal e também para melhorar a nossa autoestima. Hoje, existem inúmeros tratamentos que visam resgatar a funcionalidade da nossa arcada dentária e torná-la ainda mais bela. Um desses é o implante, que auxilia nos casos em que um ou mais dentes não estão presentes — dando mais beleza e melhorando a mastigação.

Se você tem dúvidas sobre o implante dentário e não tem certeza se essa é a melhor opção para o seu caso, continue a leitura!

Mas, afinal, o que é o implante dentário?

O implante dentário é composto por um pino de titânio capaz de substituir a raiz do dente perdido, servindo como apoio para a instalação da prótese dentária. Ao final do tratamento, o esperado é que o paciente tenha dentes semelhantes aos naturais — na parte estética e na parte funcional.

Ele pode ser usado tanto nos casos de perda de todos os dentes quanto naqueles em que apenas alguns ou um só estão ausentes da arcada.

Quais as vantagens do implante dentário?

 A perda dos dentes pode ocasionar problemas sérios de mastigação, causando dificuldades e disfunções, além de comprometer a estética. Assim, repor esse espaço de forma rápida e segura é fundamental.

O tratamento com o implante dentário, dentro de todas as técnicas existentes para restabelecer esse dente perdido, é o mais indicado e o que tem maior taxa de satisfação estética, além de ser capaz de devolver plenamente a função da mastigação.

Além disso, por ser instalado de forma fixa e definitiva, o implante dentário não gera desconforto como instabilidades (que costumam acontecer nas próteses parciais removíveis e nas dentaduras), além de não necessitar comprometer os dentes naturais próximos.

O implante dentário ainda é capaz de promover um suporte adequado às bochechas e aos lábios, evitando aquele aspecto envelhecido típico das pessoas que acabam perdendo algum dente.

Quais as indicações e contraindicações do implante dentário?

O implante dentário é altamente indicado nos casos de perda de dentes, mas é sempre necessária a consulta com um dentista qualificado para analisar cada caso.

Em geral, esse procedimento é desaconselhável para aqueles pacientes que não podem se submeter a uma cirurgia oral devido a problemas de saúde ou em casos nos quais não há uma quantidade suficiente de osso para a retenção do implante.

Quais os tipos de implantes dentários existentes?

Existem 3 tipos de implantes:

  • Unitário: quando é usado para substituir dentes perdidos em pequenos espaços da arcada;
  • Overdenture: solução adequada para aqueles pacientes que perderam todos os dentes ou para os que apresentam dentaduras sem estabilidade.
  • Ponte fixa sobre implantes: são indicadas para os casos de perdas parciais dos dentes e em casos de substituição de próteses fixas (pontes) ou removíveis.

Como escolher a clínica para realizar meu implante dentário?

Uma dúvida muito comum de vários pacientes que necessitam do implante dentário é sobre como escolher a clínica de odontologia para o procedimento. É importante que você cheque:

  • As qualificações do cirurgião dentista;
  • A estrutura da clínica;
  • Os equipamentos que devem ser modernos;
  • A confiança que você sente no profissional;
  • A segurança e as explicações dadas sobre o seu tratamento;
  • A experiência de outros pacientes;
  • O atendimento diferenciado;
  • O valor cobrado.

Depois de todas essas informações, está mais fácil compreender o funcionamento do implante dentário? Se você gostou desse conteúdo, assine a nossa newsletter e não perca mais nenhuma atualização!

Deixe um comentário