Muita dor de cabeça? Descubra como um dentista pode ajudar

Se você tem uma dor de cabeça persistente e, depois de visitar vários especialistas diferentes, ainda não encontrou uma solução, pode ser que você precise marcar uma consulta com o seu dentista.

Isso acontece porque, dentre as muitas causas das dores de cabeça (também chamadas de cefaleias), estão algumas que dizem respeito à saúde bucal. Neste post, selecionamos algumas delas. Confira!

Dores de cabeça associadas a infecções dentárias

Um tipo de problema bucal que pode acarretar dores de cabeça são as infecções dentárias como cáries, periodontites e gengivites, especialmente se não forem tratadas corretamente.

Essas infecções podem atingir o nervo trigêmeo, que vai aproximadamente da mandíbula até as têmporas e possui três ramos (o oftálmico, o mandibular e o maxilar), irradiando, então, pela cabeça.

Dores de cabeça associadas a disfunções temporomandibulares

Dores de cabeça também podem ser causadas pelas chamadas disfunções da articulação temporomandibular, que incluem problemas como o bruxismo (ranger dos dentes) e o imbricamento dentário (apertamento dos dentes).

Todas elas provocam, de uma forma ou de outra, a sobrecarga da articulação temporomandibular (ATM), que está localizada logo à frente do ouvido e permite a abertura e o fechamento da boca. A seguir, explicaremos melhor o que são algumas dessas disfunções:

Falta de dentes

Os problemas podem começar com algo tão simples quanto a falta de um dente, que caracteriza um problema no posicionamento dos dentes. Em geral, quando falta um dente na boca, a tendência é os outros dentes tentarem ocupar o espaço do dente ausente, provocando uma má-oclusão (mordida errada) generalizada.

Dessa forma, ocorre uma alteração na mandíbula, que sobrecarrega a ATM e provoca, entre outras coisas, a dor de cabeça por fadiga muscular.

Mordida errada (má-oclusão)

Quando os dentes estão fora de posição, e a arcada inferior não se encaixa harmonicamente com a superior, podem ocorrer desgastes dentários que, como consequência, podem provocar apertamento dental e bruxismo.

Apertamento dentário e bruxismo (ranger os dentes involuntariamente)

Essas condições se manifestam principalmente durante o sono, mas podem ocorrer durante o dia. Basicamente, elas consistem na tensão dos músculos da mandíbula e acabam alterando nossa musculatura, provocando dores na face, na nuca, no pescoço e, por vezes, no peito e nas costas.

Tratamentos e soluções

Com a ajuda de um dentista, é possível resolver todos esses problemas e, consequentemente, solucionar as dores de cabeça. No caso de infecções dentárias, o dentista fará o correto diagnóstico do problema e, a partir disso, a infecção poderá ser tratada. Assim que ela estiver curada, as dores associadas a ela também deixarão de existir.

Se o caso for falta de dentes, o profissional poderá recomendar um implante ou uma ponte para reequilibrar o uso dos dentes para mastigação. Já os problemas da mordida podem ser corrigidos com uso de aparelhos.

Para os problemas de apertamento dental e bruxismo, o dentista, após um minucioso diagnóstico, poderá indicar o uso de placas inter-oclusais bem como a realização de ajustes oclusais (na superfície dos dentes) e uso de aparelhos ortodônticos quando indicado. Se o caso for de próteses mal adaptadas ou soltas, elas deverão ser refeitas. 

Gostou das nossas dicas? Então leia também este artigo e saiba o que é bom para dor de dente!

Deixe um comentário