O que é bom para dor de dente? 7 dicas para amenizar

O conhecimento popular é cheio de receitas e técnicas mirabolantes para todo tipo mal que assola a saúde. São conhecimentos herdados ao longo do tempo, e que muitas vezes têm um efeito positivo. Entre eles estão aqueles para “tratar” a dor de dente, mas é preciso ter cuidado.

Para evitar que você utilize um método equivocado e acabe piorando a dor, vamos te dar algumas dicas mais seguras que podem ajudar enquanto não chega a data da consulta ao dentista. Confira!

A dor dente e as receitas caseiras

A dor de dente é uma das mais angustiantes. Ela tira o sono, causa dor de cabeça, mexe com o humor, a disposição e dificulta a alimentação.

Geralmente é associada com a cárie, porém, ela pode ter origens variadas, como:

  • Um pedacinho de alimento preso no dente;
  • Uma cárie;
  • Sensibilidade;
  • Uma restauração recente;
  • Traumas;
  • Problemas na gengiva;
  • Uso de aparelho ortodôntico;
  • Infecções;
  • Inflamações;
  • Problemas ósseos, etc.

Quando a dor chega, a única coisa que a gente consegue pensar é: “o que é bom para dor dente?”. Mas é preciso ficar alerta com receitas caseiras para amenizar a dor para não colocar em risco sua saúde bucal.

Existem diversas dicas para isso, como chupar gelo, fazer compressas quentes, bochechos com água e sal, mastigar cravo, beber ou bochechar chás, entre outras mais. Essas dicas podem ser eficientes, porém, elas também podem piorar o quadro.

Isso porque, como dissemos, a dor de dente pode ter origens variadas, e dependendo de sua origem é necessária uma abordagem diferente para que seja amenizada.

Ao utilizar um método que tenha uma determinada causa para tentar aliviar aquela que tem uma causa diferente, o que é bom para dor dente num caso, pode ser motivo de mais dor no outro  e ainda agravar a causa. É isso o que acontece com o gelo ou a água fria, que pode aliviar a dor inflamatória, mas agrava a sensibilidade.

O mais indicado é agendar uma consulta com o dentista o mais rápido possível para descobrir a origem do problema e tratá-lo de maneira eficaz. Mas como a dor pode se manifestar em qualquer hora e qualquer lugar, é preciso saber como amenizá-la sem complicar a situação.

O que é bom para dor de dente realmente

As dicas a seguir são apenas para evitar que você sinta ainda mais dor, pois para que ela se acabe é preciso tratar a causa.

Quando a dor de dente se manifestar:

1. Evite os extremos

Procure não ingerir alimentos muito frios nem muito quentes para que os extremos de temperatura não causem mais dor.

2. Evite alimentos duros

Facilite ao máximo a mastigação para que a dor não se intensifique.

3. Evite alimentos grudentos

Alimentos com textura mais pegajosa, que possam grudar nos dentes, também devem ser evitados para não forçar o maxilar.

4. Evite alimentos ácidos

A acidez presente em alimentos como frutas cítricas, por exemplo, pode causar dores e irritações em caso de inflamações.

5. Faça poucos movimentos

Evite falar quando estiver com dor de dente, abrir muito a boca ou fazer movimentos bruscos. Coloque pequenas porções de comida na boca também, preferindo cortar em pedaços menores para não precisar morder.

6. Use um travesseiro macio

Para dormir, use um travesseiro macio para não forçar o maxilar ou a área afetada e prefira dormir sobre o lado que não dói.

7. Evite se automedicar

A automedicação pode agravar sintomas, causar efeitos colaterais e dificultar o diagnóstico preciso. Por isso, evite-a ao máximo.

É importante que você tenha consciência de que essas dicas são apenas medidas paliativas para que você possa suportar a dor até conseguir visitar seu dentista, o que deve acontecer o mais breve possível.

Quem sabe o que é bom para dor de dente, realmente, é o seu dentista. Confie nele e jamais substitua o tratamento no consultório por tratamentos caseiros.

Você já teve dor dente? Qual foi a origem dessa dor e como ela foi tratada pelo dentista? Divida com a gente nos comentários!

Deixe um comentário